segunda-feira, 16 de maio de 2011

Nobres iniciativas de um pesquisador

Pelo andar da carruagem e andanças do vaqueiro Rubens a Memória do cangaço será ressuscitada em Juazeiro, Jaguarari (BA) e região.

1º Clique e reveja a matéria Fogo da Abóbora, 82 anos

2º O pedido - Ação de nosso confrade Rubens Antonio (Foto).

Saudações Amigos e Amigas

Abóbora ou Abóboras era pertencente ao Município de Jaguarari, à época do fogo. Passou a pertencer ao Município de Juazeiro, BA.

Conversei com gente apropriada do município de Juazeiro que anotaram os dados e estão mandando confeccionar uma cruz com nome, apelido, data de falecimento, do cangaceiro "Mergulhão".

Também olharão o em torno e pensarão algo para a sepultura, em termos de composição mineral.


Aspecto atual da sepultura do cangaceiro 

As ideias estão fluindo e também e conversarei com a assessoria do prefeito, Sr. Isaac Cavalcante, para ver como poderemos dar mais destaque ao sítio. Ainda esta semana, é provável que eu converse com algum secretário.

O objetivo é arregimentar crianças para servirem de guia darem informações a quem visita o povoado. Na verdade, temos que dar um jeito de atrair turistas para aquele distrito.

E, ainda em termos de artesanato, provavelmente o Núcleo de Artesanato Mineral de Juazeiro começará a preparar peças referentes ao Cangaço.

Mais uma coisa:

O pessoal de Juazeiro está pensando em também revitalizar a sepultura do cangaceiro Arvoredo.

 Aspecto da sepultura de Arvoredo, em Jaguarari.

Meu desejo é mais amplo... é a criação da Rota do Cangaço em importantes cidades da Bahia. Com as seguintes Estações:
 - Abóboras - Sítio da batalha e sepultura de Mergulhão
- Barrinha - Sítio local da morte de Arvoredo
- Jaguarari - Sepultura de Arvoredo
- Itiúba - visita à Calçada de Pedra... sítio de uma trincheira de Aristides... e à residência fortificada do mesmo.
- Queimadas - Cadeia municipal ainda preservada como na época do massacre...

  A intervenção já começa a dar resultados, eis um comunicado do pesquisador enviado hoje.
 Prezados amigos e amigas
 "Fui hoje informado pelo pessoal da prefeitura de Juazeiro que está já confeccionada uma cruz apropriada para marcar o local da sepultura. Esta será colocada em evento apropriado.
Assim que o mesmo se realize, passarei a vocês fotografias do evento".
Que tal... para começar? Estou tentando.pessoal... Quem quiser colaborar... Estou aqui historiageologica@gmail.com

Um abração Rubens Antonio. 
- Professor e palestrante sobre História Geológica da Bahia, Antropologia, Geologia, Epistemologia, Metodologia do Trabalho Científico, História da Ciência.

"O Lampião Aceso e obviamente os cangaceirólogos de todo o país parabenizam e agradecem o cuidado, entusiasmo e determinação do Sr. Rubens Antonio, bem como as autoridades dos respectivos municípios". 

2 comentários:

diego disse...

Sou de Santa Rosa de Lima, município de Jaguarari, Lampião passou por aqui e ficou nas redondezas de Santa Rosa e o bando de "Curisco" trocou tiros com moradores daqui liderados pelo meu bisavô que era delegado calça curta, impedindo os cangaçeiros de entrarem na cidade.

diego disse...

Me inteirei mais sobre o assunto da passagem de Lampião por Santa Rosa, ele esquartejou o fazendeiro Herculano na faz. Bom Despacho que na época tinha algum cargo na policia, pelo mesmo ter dedurado ele, passou por aqui fez um saque na loja de tecidos de Herculano, e distribuio para a população no meio da praça e seguio viagem para Uaua, na volta da viagem o grupo se dividiu foi quando o grupo de Curisco bateu de frente com os comandados do "veio Belo", onde chegaram a prender a mulher de Curisco, dizem o pessoal de idade daqui que o bando de Curisco correu do chumbo do pessoal da cidade, pois é, dessa Curisco escapou.