terça-feira, 3 de maio de 2011

E o Barra Nova? 

O cangaceiro Barra Nova foi um dos cabras que deixou poucos relatos sobre sua vida. Sabe-se que andava diretamente no grupo de Lampião. E que o seu verdadeiro nome era Manuel Maurício.

A fotografia abaixo estava em seu bornal quando foi morto pelo tenente Zé Rufino e o próprio Zé a deu de presente, na década de 60, a João Maurício, filho do cangaceiro.


 Sabonete, Barra Nova e Luis Pedro

Recentemente conheci o senhor José Aldino, residente no povoado Alto dos Coelhos, municipio de Água Branca, Alagoas, e foi ele quem me levou até o senhor João.

Conversamos dutante algumas horas e várias passagens do cangaceiro me foram relatadas, desde os motivos que o levaram a entrar no cangaço, até a morte pelas mãos do famoso tenente Zé Rufino. A história tem muitos pormenores, assim como detalhes que ainda são inéditos e que estarão em breve registrados em um livro.

 Da esquerda pra direita: João de Sousa Lima, João (filho de Barra Nova) e José Aldino. 
João Maurício, exibe em suas mãos a foto postada no alto deste artigo e na fotografia grande um "retrato pintado" de Barra Nova.

José Aldino é um dos guardiões das histórias do Alto dos Coelhos, e atende a todos que buscam informações, com uma educação só encontrada nos homens sábios. Agradeço a fotografia a João Maurício e José Aldino em breve teremos um capítulo sobre a história de Barra Nova.

João de Sousa Lima
Pesquisador e escritor, Paulo Afonso, BA

Pescado no : Açude do primo

3 comentários:

João de Sousa Lima disse...

fala grande KIKO,
andou sumido hei?
você s seu blog hoje fazem parte do nosso contexto diário de informação.
grande abrtaço

Julio Cesar disse...

Caro João... voce sempre incasával em suas buscas.

Grande abraço meu amigo

Q Leitora disse...

Meu avô é um baú de histórias, um passado muito rico em dificuldades, coragem e vitórias!!