sábado, 2 de outubro de 2010

Pra quem perdeu ou quer ver de novo!

Jô Soares entrevistou Frederico Pernambucano de Mello 

 

Programa de ontem, sexta-feira , 01/10/2010.
Pesquei na Globo.com Vídeos

4 comentários:

João de Sousa Lima disse...

JÔ SOARES, FREDERICO PERNAMBUCANO NO PROGRAMA DO JÔ.

Ontem, dia 02 de outubro de 2010 esperei ansioso para assistir o programa do Jô, ele que é sem dúvidas um dos homens mais inteligente do Brasil e que já fez diversas entrevistas memoráveis. Meu interesse seria ouvir o confrade Frederico Pernambucano de Mello e sobre o lançamento e o acervo visual do novo livro: Estrelas de Couro: A Estética do cangaço.
Por mais conhecimento que se tenha sobre os temas diversos o cangaço para ser discutido depende de estudos mais aprofundado e aí o meu querido “Jô ” ficou perdido, com perguntas confusas e em alguns momentos querendo fazer graça com Frederico em um momento que não era propício. Jô Soares queria ouvir respostas sem formular perguntas e ainda questionava o caro Fred por que ele ficava calado, olhando-o.
Jô Soares foi infeliz nesse programa, poderia ter realizado mais um grande trabalho, porém se perdeu na falta de conhecimento, tocando por diversas vezes no velho e desbotado chavão: LAMPIÃO É BANDIDO OU HERÓI?
Frederico diante das perguntas insistentes chegou até a se reportar a Grécia antiga, dando conceitos de Herói e Bandido na forma mais explicada da palavra e mesmo assim Jô Soares não se tocou que aquela era uma velha discussão que não cabia naquele momento, principalmente diante de tantos fatos que o novo livro do entrevistado disponibiliza: A Beleza da Estética dos Cangaceiros, as belas e inéditas fotografias, a revelação do material colhido por tantos anos de pesquisa.
Eu que sou fã incondicional do “GORDO” confesso que fiquei desapontado com a entrevista e posso salientar que ele foi salvo pela maestria e pelo profundo conhecimento sobre o assunto do nosso companheiro Frederico Pernambucano de Mello.
Ao querido “FRED”, meus parabéns.


João de Sousa Lima
Escritor e pesquisador

Julio Cesar disse...

Amigo João
Vamos dar um crédito a Jo Soares.
Sem dúvida, para quem gosta do tema cangaço, a entrevista deixou a desejar. Entretanto, a fala de Frederico foi muito interessante e mostrou uma outra linha de discussão afora o tema Bandido ou Herói.
Deve ter servido até mesmo para que algumas pessoas tenham uma visão mais larga e percebam que o estudo do cangaço não é uma apologia ao crime ou endeusamento de Lampião, mas um estudo sobre comportamento, sociologia, antropologia, arte, enfim, serviu, inclusive, para alguns críticos perceberem a riqueza do material histórico que é o cangaço.
Abraços

Julio Cesar

Anônimo disse...

A Entrevista deixou a desejar mesmo, Jô não procurou explorar o grande escritor que é Frederico Pernambucano de Melo.

Só uma coisa: Frederico diz que Lampião teve o exemplo da Coluna Prestes para mais tarde permitir as mulheres em seu bando... Com todo respeito ao escritor Frederico, mas não posso crer nesse tipo de informação, sem nenhum sentido para qualquer pessoa de bom senso, pelo amor de Deus.

Ricardo Lemos
Aracaju SE

Simone Lessa disse...

Sou aluna do curso de História e ensino Geografia. Há mais de 15 anos estudo o contexto social do cangaço, mas o Prof. Frederico me deixou emocionada, curiosa e muito feliz por tê-lo como representante naquele programa, que dizem, é o melhor em entrevistas. Achei o Jô fraco, perto do potencial dele, mas convenhamos, fazer entrevista de um assunto que não conhece, é muito difícil. Gostaria muito que as pessoas fizessem uma visita ao meu blog, onde trato de assuntos variados.
http://www.estudosamplos.blogspot.com
Obrigada a todos!!
Simone Lessa, Maceió/AL