sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Cangaceiros

O antes o agora e o depois 

Ivanildo Silveira tira dos "emborná" mais um punhado de imagens. 

Juntas são uma forma de apresentar aos confrades que vão chegando as faces daqueles que saíram do anonimato e contaram para o mundo um pedaço de suas histórias particulares, fatos vivenciados em seus grupos, ao lado do chefe, e as confidências do período anterior as suas chegadas, narradas à amiga Dadá, entre outros, pelo próprio Lampião. Cada pedra por menor que fosse ergueu esta grande saga da qual somos tão envolvidos. 

*Relevem a qualidade de algumas fotos. Estas não receberam qualquer tratamento e quando digitalizadas e ampliadas para seguir um padrão perdem consequentemente a nitidez.    


Zé Sereno
  

Volta Seca

Vinte e cinco

Sila

Moreno

Ângelo Roque, o Labareda

Inacinha, companheira de Gato

Durvinha, companheira de Virgínio e que após a morte deste juntou-se a Moreno.

Criança
 
 

Dulce, companheira de Criança.

Dadá

Candeeiro

Barreira

Balão

Aristéia, companheira de "Catingueira"

Adília, companheira de Canário

13 comentários:

Juliana Ischiara disse...

Fantástico!!!

Sabemos que estes homens e mulheres nasceram fadados ao anonimato, condição comum a todo e qualquer nordestino que nasciam ou nascem em meio a uma condição econômica e social estigmatizada pela pobreza e por que não dizer pelas condições climáticas, tão propícias a perpetuação de tais condições. Se ainda hoje é difícil produzir ao menos para subsistência, imagine a mais de 70 anos, quando os governantes eram bem mais alheios que os de hoje, em relação o que de fato acontecia no sertão nordestino.

O fato é que, estes indivíduos se opuseram ao seu destino posto e saíram para mundo. Embora difícil, a condição nômade em que viviam, justificava os vários motivos que os levaram a ela, vingança, falta de perspectiva, aventura, medo de represálias, ganância, dentre tantos outros motivos justificadores desta vida de incertezas, donde prevalecia o matar ou morrer.

Mestre Ivanildo, tem nos presenteado com imagens maravilhosas e esclarecedoras. A fotografia, além de ser uma excelente fonte de pesquisa, nos aproxima dos personagens impressos nelas. Elas nos transportam para uma época, um universo não vivido por nós. Visualizar o modo de vida, de vestir e se portar dos personagens pesquisados por nós é maravilhoso e gratificante. Obrigada mestre Ivanildo, seu trabalho é muito bonito e de grande importância para todos nós que gostamos desta temática. Parabéns!!!

Saudações cangaceiras

Juliana Ischiara

Rubervânio Rubinho Lima disse...

Muito boa a coleção de fotos, amigos Ivanilde e Kiko.
Catei todas, pra ficar aqui com os "antes e depois".
Houve, há um tempo, uma discussão nas comunidades, a respeito dessa foto de Aristéia, que a especulação é que seria Lídia ou Lívia, como comentaram e eu ainda fiquei na dúvida...
Será que é a Aristéia mesmo, cabras?


Um abração e vamos ver o que o querido João nos diz também...

garrido3 disse...

Prezado amigo Ivanildo, tem tornado-se redundância tecer elogios favoráveis ao seu empenho em brindar-nos com imagens, e relatos espetaculares sobre o tema quem escolhemos para amar.

Charles Garrido
Fortaleza-Ce

Mendes e Mendes disse...

Amigo Kiko Monteiro:
Não é do meu interesse escrever algo na intenção de críticar ou magoar os ilustres escritores. Mas tenho a minha dúvida, que o cangaceiro que aparece de óculos na foto, não é Moreno, e sim, o cangaceiro Azulão.
Não sei se estou equivocado, mas segundo alguns autores, a foto que aparecem quatro cangaceiros juntos nas caatingas são: ENEDINA, DADÁ, AZULÃO E SABONETE.
Espero que o ilustre escritor verifique a foto, mas não se esqueça de me mandar informações sobre o assunto.
José Mendes Pereira - Mossoró - Rio Grande do Norte.

Kiko Monteiro disse...

Sr José Mendes

Agradeço vossa atenção e o mérito que nos confere de "ilustre escrior" logicamente não aceitamos pois continuo sendo um mero aglutinador de artigos e achados.

A afirmação sobre a foto ser do saudoso Moreno é com base nas pesquisas de renomados colegas como João de Sousa Lima, o principal biógrafo do cangaceiro em questão. Respeito vossa dúvida, mas não poderemos alterar a legenda até que se haja uma prova mais convincente de que seja Azulão.

Abraçando!

Mendes e Mendes disse...

Amigo Kiko Monteiro:
Fiquei muito orgulhoso em receber sua valiosa resposta,já que eu não sou nenhum pesquisador, apenas um simples estudante do cangaço. Cada vez que eu solicitar uma informação ao ilustre, jamais imagine que se trata de crítica, e sim, dúvidas que eu como leitor da Empresa Lampiônica & Cia,terei, como qualquer outro estudante. Dias antes, recebi do Dr. Ivanildo Alves da Silveira, também uma resposta que eu o fiz. E isso muito me deixou orgulhoso em saber que o que eu tenho estudado sobre o desastroso movimento social dos cangaceiros,alguém vem me auxiliando.
Muito Grato.
José Mendes Pereira - Mossoró - Rio Grande do Norte.

Anônimo disse...

Kiko. Boa esta idéia do 'antes e depois'. Porém, interessante é que se tivesse as datas de ambas as fotos, para enriquecimento da História.
Parabéns ao Dr. Ivanildo e a vosmecê por mais esta 'bola dentro'.
Kydelmir Dantas
Mossoró - RN

José Mendes Pereira disse...

Comparando a foto do suposto AZULÃO (como afirmaram alguns pesquisadores), com a do cangaceiro Moreno, não há dúvida, é realmente o Moreno. Todas as características da primeira foto aparecem na segunda.

José Mendes Pereira - Mossoró-Rn.

José Mendes Pereira disse...

O bom é que o Doutor Ivanildo Alves da Silveira libera mesmo o seu acervo. Ás vezes leio textos de alguns escritores que a gente não consegue arrancar do artigo uma única palavra. Eu suponho "Egoísmo". No dicionário do colecinador Ivanildo, esta palavra não funciona, está adormecida e faz muitos anos.

José Mendes Pereira - Mossoró-RN.

Marcus pensador disse...

Formidável esse blog,genial,cultura pura que faz você viajar no tempo do cangaço.

Rosa Farias disse...

Pesquisando na internet sobre o meu saudoso pai o cangaceiro "Barreira", eis que me deparo com seu site, com imagens do antes e depois, fiquei super feliz por ter encontrado fotos de meu pai,salvei as duas fotos postadas dele para acervo pessoal e também para matar as saudades quando ela bater; espero que não se importe, se houver algum problema, me visite em meu blog ou entre em contato comigo no meu email: rosineide.farias@hotmail.com
Fica com Deus.

Kiko Monteiro disse...

Sra. Rosa saudações
Sua atenção e comentário muito nos honra, afinal vc é filha de uma celebridade histórica. Anexar esta matéria ao seu blog nos incentiva e divulga. O artigo é do nosso confrade Ivanildo Silveira que certamente ficará feliz em contacta-la.

Abraço Fraterno.

Jose Carlos Martins disse...

Fotos historicas.