terça-feira, 20 de julho de 2010

Notas

Faleceu o homem que enterrou Lampião  

A notícia não é nova e ao mesmo tempo sim, pois foi disseminada entre poucos pesquisadores. Como trata-se de personagem secundária a grande mídia que já não toma conhecimento ou raramente noticia fatos de outros coadjuvantes que dirá um ex cabo de volante encarregado de ser "o coveiro do rei e da rainha do cangaço". Recebemos a informação somente ontem, através do pesquisador e escritor Antonio Vilela, que faleceu o policial volante Geminiano Luis Sarmento - o Cabo Grilo.

Morador de Entremontes - AL (vide foto abaixo). Foi este homem que teve a incumbência de enterrar e desenterrar Lampião. A causa da morte foi um ataque cardíaco, no dia 20 de abril/10.


Cabo grilo fazia parte da volante de Ten. João Bezerra, e ficou na retaguarda no combate de Angicos/SE, tendo chegado ao local, depois da morte dos cangaceiros.

Em entrevista ao pesquisador "Vilela", assim se pronunciou o Cabo Grilo:
" Eu cheguei depois das mortes ( Lampião..). Eu fui enterrar os corpos uns quatro dias depois. Os corpos podres, fedendo feito á porra. Quartorze dias depois, fui desenterrar novamente... (por ordem do Ten. José Lucena )..."
Convém ressaltar, que a cangaceira Maria, companheira de Juriti , também faleceu há algum tempo atrás, porém não temos maiores informações. Como se vê, existem hoje, poucos ex-cangaceiros e ex-policiais sobreviventes do ciclo do cangaço para contar a história.


Um abraço a todos
IVANILDO ALVES SILVEIRA
Colecionador do cangaço

2 comentários:

Atendimento disse...

A família do Cabo Grilo agradece emocianada pela nota. Ao mesmo tempo, informa que o motivo da morte foi falência múltipla dos órgãos após luta contra um câncer no pâncreas. Morreu aos 92 anos e deixou esposa, filhos, netos, bisnetos todos muito saudosos.

Alexandre Araujo Sarmento disse...

Verdade eu Sou um dos Netos do Cabo Grilo e Foi Isso Mermo...