quarta-feira, 4 de agosto de 2010

O cangaço no cinema e na TV 

Antes de qualquer opinião: No quesito filmes sabemos o quanto o tema é sofrível no catálogo existente. Há quem seja apaixonado por estas películas, mas conheço amigos que não querem nem de graça determinadas caixinhas em suas estantes.  Não estamos fazendo apologia à nenhuma obra específica. Atendendo a pedidos nosso intuito é tão somente promover o colecionismo.

Vamos tentar listar toda a filmografia do Cangaço?

Desde os longas, curtas até os documentários e inclusive especiais e reportagens para a TV, sem esquecer os vídeos independentes produzidos por colecionador para colecionadores. Pedimos desde já a colaboração do leitor para que acrescentem via comentário algum título que não esteja incluso nesta. Inclusive façam correção de informações. Após novas pesquisas será feita atualização periódica.

Licença poética, invencionismo e as inverdades imperam e foi assim que a maioria destes filmes formou a opinião de muita gente mundo afora. O próprio Volta Seca participou da supervisão da primeira versão de "O cangaceiro", chegou à condenar cenas, mas ficou por isso mesmo. Vale ressaltar que este filme foi exibido em 80 países. Olé o cangaceiro ou O´CANGACEIRO é a versão estrangeira da Mulher Rendeira. Foi regravada em vários idiomas.

Já Dadá consultada e convidada de honra para a estréia de Deus e o Diabo na terra do Sol indignou-se com o célebre Glauber Rocha por este ter distorcido a suposta frase exclamada nos últimos momentos de seu amado Corisco - trocando os poderes de Deus pelos poderes do povo, - uma provocação à situação política da época. Portanto nada de edição.

Balão, ex cangaceiro, afirmou em entrevista que ao assistir um determinado filme não reconheceu cangaço na trama, achou que estavam mais para Cowboys, pois ali os bandos viviam montados em cavalos quando na realidade "raramente" os cabras de Virgulino se valeram de equinos  "era à pé mesmo".

O cangaço e seu principal protagonista ainda é carente de uma super ou pequena produção contanto que esta seja pelo menos 90% fiel a história.

Não generalizamos apenas relacionamos de forma geral incluindo produções que somente citaram a figura do cangaceiro em seus enredos.

OS FILMES
Em ordem alfabética

A COMPADECIDA (versão antiga) [George Jonas] – 1969.
A ELEIÇÃO DO DIABO E A POSSE DE LAMPIÃO NO INFERNO – [Sem indicação] - 1977.*
A ILHA DAS CANGACEIRAS VIRGENS [Roberto Mauro]– 1976.
A LEI DO SERTÃO [Antoninho Hossri] – 1955/1956.
A MORTE COMANDA O CANGAÇO [Carlos Coimbra] – 1960.
A SAGA DO GUERREIRO ALUMIOSO [Rosemberg Cariry] - 1993.
A VINGANÇA DOS 12 [Marcos Faria] – 1970.
A VIRGEM APARECIDA É MILAGROSA [Alexandre Wulfes] - 1956.
A VOLTA DE JERÔNIMO NO SERTÃO DOS HOMENS SEM LEI [Agenor Alves] – 1981.
AS CANGACEIRAS ERÓTICAS [Roberto Mauro] – 1974.
AS SETE ALMAS SANTAS VAQUEIRAS [Jackson Bantim] – 2009.
BAILE PERFUMADO [Paulo Caldas / Lírio Ferreira] – 1997.
CANGACEIRO GATO: UM RASTRO DE ÓDIO E SANGUE [ João de S. Lima]. 2010. (Inédito)
CANGACEIROS DE LAMPIÃO [Carlos Coimbra] – 1967.
CANGACEIROS DO VALE DA MORTE [Apollo Monteiro] - 1978.
CANTA MARIA [Francisco Ramalho Jr.] - 2006.
CORISCO E DADÁ [Rosemberg Cariry] – 1996.
CORISCO, O DIABO LOIRO [Carlos Coimbra] – 1969.
DEU LOUCA NO CANGAÇO [Nelson Teixeira Mendes/Fauzi Mansur] – 1969.
DEUS E O DIABO NA TERRA DO SOL [Glauber Rocha]– 1964.
ENTRE O AMOR E O CANGAÇO [Aurélio Teixeira] – 1965.
FAUSTÃO (Vida, Paixão e Morte de Faustão) [Eduardo Coutinho] – 1970.
FILHO SEM MÃE – [Tancredo Seabra] - 1925. (Mudo)
FOGO MORTO (inspirado no legendário cangaceiro Antônio Silvino) [Marcos Faria] – 1976.
JESUÍNO BRILHANTE, O CANGACEIRO [William Cobbett] – 1972.
KUNG-FU CONTRA AS BONECAS [Adriano Stuart] – 1975.
LAMPIÃO, A FERA DO NORDESTE- [Guilherme Gáudio], 1930. (Mudo)
LAMPIÃO E MARIA BONITA (versão filme) [Aguinaldo Silva / Doc Comparato] – 1982.
LAMPIÃO, O REI DO CANGAÇO [Carlos Coimbra] - 1962.
LAMPIÃO, O REI DO CANGAÇO [Fouad Anderaos] - 1950.
LAMPIÃO, O REI DO CANGAÇO [Benjamim Abrahão] – 1936. (Mudo)
MARIA BONITA, RAINHA DO CANGAÇO [Miguel Borges] - 1968.*
MENINO DE ENGENHO [Valter Lima Jr.] - 1965
MEU NOME É LAMPIÃO [Mozael Silveira] – 1969.
MILAGRE EM JUAZEIRO [Wolney Oliveira] – 1999.
NO RASO DA CATARINA (média-metragem) [Hermano Penna] - 1975.
NORDESTE SANGRENTO [Wilson Silva]– 1962. Wilson Silva é sergipano de Maruim
O ANJO NEGRO [José Umberto] – 1972.
O AUTO DA COMPADECIDA [Guel Arraes] - 2000.
O CABELEIRA [Milton Amaral] – 1963.
O CANGACEIRO [Anibal Massaini] – 1997.
O CANGACEIRO [Lima Barreto] – 1953.
O CANGACEIRO (versão Italiana) [Giovanni Fago] - 1969.
O CANGACEIRO DO DIABO [Tião Valadares] – 1980.
O CANGACEIRO E O SAMURAI [Geraldo Santos Pereira] - 1980.
O CANGACEIRO SANGUINÁRIO [Oswaldo de Oliveira] – 1969.
O CANGACEIRO SEM DEUS [Osvaldo de Oliveira] - 1969.
O CANGACEIRO TRAPALHÃO [Daniel Filho] - 1983.
O DRAGÃO DA MALDADE CONTRA O SANTO GUERREIRO [Glauber Rocha] - 1969.
O HOMEM QUE VIROU SUCO [João Batista de Andrade] - 1980.
O LAMPARINA [Glauco Mirko Laurelli] - 1963.
O LEÃO DO NORTE [Carlos Del Pino] - 1974.
O PRIMO DO CANGACEIRO [Mário Brasini] - 1955.
O ÚLTIMO CANGACEIRO [Carlos Mergulhão] - 1971.
OS TRAPALHÕES NO AUTO DA COMPADECIDA [Roberto Farias] - 1987.
OS TRÊS CANGACEIROS [Victor Lima] - 1959.
PECADO NA SACRISTIA [Miguel Borges] - 1976.
PEDRO BÓ, O CAÇADOR DE CANGACEIROS [Mozael Silveira] - 1977.
QUELÉ DO PAJEÚ [Anselmo Duarte] - 1969.
RIACHO DE SANGUE [Fernando de Barros] – 1966.
REVOADA [José Humberto] – 2008. (Inédito).*
SANGUE DE IRMÃO [Jota Soares] - 1926. (Mudo)
TERRA SEM DEUS [José Carlos Burle] - 1963
TRÊS CABRAS DE LAMPIÃO [Aurélio Teixeira] - 1962.

 *Alguns destes filmes, de acordo com a pesquisa de Maria do Rosário Caetano, se perderam pra sempre nos depósitos de suas produtoras já outros não foram convertidos nem mesmo para o quase extinto VHS.

* Segundo o cineasta José Umberto, o processo que tenta recuperar o seu filme, sequestrado pelos produtores, encontra-se em vias de uma solução. Retornou do Ministério Público Federal para o gabinete do juiz (Justiça Federal) tendo em vista o conclusos para decisão. Como se sabe, Revoada, depois de filmado, e montado, segundo indicações do autor, foi completamente desmontado pelos produtores para ter uma nova montagem à revelia de José Umberto, responsável pela sua concepção. O outro é A musa do cangaço (bastante premiado), que é um documento precioso sobre Dadá, mulher de Corisco (Umberto escreveu também um livro com um estilo muito particular no qual transcreve uma copiosa entrevista com a cangaceira)
 

AS MINISSÉRIES

A ÚLTIMA SEMANA DE LAMPIÃO – [Ilma Fontes] - TV Aperipê /Sergipe – 1985.
LAMPIÃO E MARIA BONITA (versão compacta da minissérie) [Aguinaldo Silva e Doc Comparato] – 1982.

A NOVELA

MANDACARU (exibida na extinta Rede Manchete de 12 de Agosto de 1997 a 8 de agosto de 1998), no inspirada no romance "Dente de Ouro" de Menotti Del Picchia, teve direção geral Walter Avancini, 

OS DOCUMENTÁRIOS

A ESTÉTICA DO CANGAÇO – [Marcelo Peixoto], Argumento e Pesquisa: Frederico Pernambuco - 2000.
A MULHER NO CANGAÇO – [Hermano Penna], Globo Repórter, 1976.
A VIOLÊNCIA OFICIALIZADA NO TEMPO DO CANGAÇO - [Aderbal Nogueira], Laser Vídeo/SBEC.
ANTOLOGIA DO CANGAÇO - [Francisco Ramalho Jr.], 1967.
CANDEEIRO (depoimento do ex-cangaceiro Manuel Dantas Loiola) - [Aderbal Nogueira], Laser Vídeo/SBEC.
CANGACEIRO – ROUPAS e APETRECHOS – 1992.
CHUVA DE BALA NO PAÍS DE MOSSORÓ - TV Universitária dirigido por [Antônio Abujamra], texto de Tarcísio Gurgel. 2002.
DEPOIMENTO DE LUIZ RUFINO (Filho de Zé Rufino) - 1997.
DURVALINA E MORENO - OS CANGACEIROS –[ João de Sousa Lima], 2006.
ENTRE HEROIS E BANDIDOS: A MULHER CANGACEIRA (SILA). [Lisabete Coradini] – 1999.
FATOS – [Aderbal Nogueira], Laser Vídeo e SBEC.
FILHOS DO CANGAÇO – TV Aperipê/SE, 2008.
HISTÓRIAS E MEMÓRIAS DO CANGAÇO NOS 70 ANOS DA MORTE DE LAMPIÃO. – [Gilmar Teixeira e João de Sousa Lima], 2009
HOMENAGEM A DURVINHA – [João de Sousa Lima], 2008
JULGAMENTO DE LAMPIÃO – [Anildomá Willans de Souza], 2002.
LAMPIÃO: O REI DO CANGAÇO – TV Gazeta/AL, 2006.
LAMPIÃO, RÊVES DE BANDIT – [Damien Chemin, Nicodeme Renesse], 2007
MEMÓRIA DO CANGAÇO – [Paulo Gil Soares], Aba Films,1965.
MENTIRAS E MISTÉRIOS DE ANGICO – [Aderbal Nogueira], Laser Vídeo SBEC, 2008.
MUSEU CASA DE MARIA BONITA – [Gilmar Teixeira e João de Sousa Lima], 2006.
NOTÍCIAS. N.772 - [Primo Carbonari, Hermantino Coelho], 1967.
O ÚLTIMO DIA DE LAMPIÃO- [Maurice Capovilla], Globo Repórter, 1975.
OS 100 ANOS DE LAMPIÃO – TV Asa Branca/AL, 1997.
PHANTASMAS DA BOTIJA – [Tiago Scorza], 2006.
RASTEJADOR – [Thomaz Farkas], 1969.
RIACHO DE SANGUE- [Fernando de Barros], 1966.
S I L A – Esse vídeo também contém uma entrevista com ADÍLIA companheira de Canário. - [Aderbal Nogueira], Laser Vídeo SBEC 1999.
VINTE E CINCO, UM CANGACEIRO DE LAMPIÃO. – [Aderbal Nogueira], Laser Vídeo SBEC. inédito
VIOLANDO O SAGRADO: Um Cangaceiro Virou Santo – [Deleon Souto], DS Produções, 2006.
XAXADO, A DANÇA DE CABRA MACHO - [Anildomá Willans] Fundação Cabras de Lampião, 2010.

CURTAS

A CIDADE DE 04 TORRES (sobre o ataque á Mossoró) – [Alberto Sales], Asas Film & Vídeo (Caruaru/PE) - 1994.
A MORTE DO REI DE BARRO – (animação) [Plínio Uchoa / Marcos Buccin] - 2005.
LAMPIÃO, O BANDITISMO NO NORDESTE (Direção não identificada) - 1927 (mudo)*
PORTA DE FOGO, (Um encontro entre Lamarca e Lampião na derradeira hora). - [Edgard Navarro] - 1984.
TIRO NO PÉ – [Adriano Pádua] – 2008.

E só a titulo de curiosidade... 
Drama, comédia, pornochanchada e atuações desastrosas que já haviam irritado os mais ortodoxos... e quando souberem que o tema e as figuras do Rei e da Rainha do cangaço inspiraram dois filmes do segmento pornô? apois num foi? são estes: O Cangaço é Aqui  e Lampião e Maria Bonita espiem só as capas dos DVDS:

 

 Ops! sabe como é! blog de família! censuramos o restante da capa!


Alguns colecionadores e cinéfilos criaram sites e blogs com finalidade de comercialização destes produtos em cópia ou originais. Posteriormente vamos publicar artigos com as sinopses e fichas técnicas de alguns destes filmes e documentários com respectivos posteres.

Aproveitando o ensejo
A Laser Vídeo juntamente com o Cariri Cangaço já estão comercializando os DVDS com os melhores momentos do primeiro evento. para conhecer o acervo e conteúdo de cada disco: Clique Aqui


FONTES DE CONSULTA:  
"Cangaço - O Nordestern no Cinema Brasileiro", Edições Avathar, 2005, livro organizado por Maria do Rosário Caetano.

- Cinemateca Nacional: http://www.cinemateca.gov.br

e Acervo pessoal.

2 comentários:

Mendes e Mendes disse...

As empresas que produzem filmes e que não seguem o roteiro de acordo com os fatos, é porque o seu maior interesse está direcionado à bilheteria.
Volta Seca e Balão tinham razão quando discordaram de algumas cenas, pois eles viveram dentro do cangaço e sabiam muito bem como era o dia a dia dos cangaceiros.
É o caso do filme “OS DOIS FILHOS DE FRANCISCO”, um trabalho totalmente virado para bilheteria. Não tem graça, não tem emoção, não tem começo, meio e fim, e foi montado às pressas para ser apresentado na grande tela que é a do cinema. Ora, um filme feito relatando a vida de dois famosos e admirados cantores que são: Zezé di Camargo e Luciano, que importa que seja péssimo, e seria impossível não render um bom trocado nas bilheterias dos cinemas brasileiros.
O diretor e produtor não estava nem aí para apresentar a nação um bom trabalho, e sim, a sua maior preocupação estava voltada para a bilheteria.
Quem viveu o cangaço foram: Volta Seca, Dadá, Balão..., por essa razão discordaram do péssimo filme que os ilustres das cinematográficas apresentaram ao Brasil, feitos às carreiras para recolherem montes e mais montes de dinheiro.
Esta é a minha opinião. Se eu estiver errado, o leitor que me perdoe.

José Mendes Pereira – Mossoró-Rn.

Anônimo disse...

Desculpe amigo, mas faltou aqui na ilustrissima lista o famoso filme "Os Ultimos Cangaceiros", que foi que lançou o casal cangaceiro Moreno e Durvinha e destacou a atuação do assassinado Virginio Moderno, e revelou a existência das cangaceiras Dulce e Aristeia, e de vários policiais de forte atuação do tempo de Lampião, bem como de suas coiteiras... até aproveito, com esta singela descrição para motivar-lhe a procurar por mais filmes, a rigor dos já citados aqui, do tema do cangaço com informações valiosissimas todos presentes no youtube similares como o depoimento do Candeeiro e tambem como da Estetica do Cangaço... fica a dica e um forte abraço... ;-) (y)