sexta-feira, 2 de novembro de 2012

A dor venceu

Adeus Alcino!


O vaqueiro perseguia história, agora é parte dela.
Foto: Romário Andrade Portal soudesergipe.com

É com imenso pesar que comunicamos o falecimento do nosso amigo Alcino Alves Costa, ocorrido no final desta tarde de hoje ( 1º.de Novembro .2012), na cidade de Aracaju. 

O Decano de Poço redondo era politico, compositor, pesquisador e escritor de notabilidade especial com o cangaço. Estava em tratamento, combatendo um câncer, mas seu organismo não aguentou, e ele, teve uma parada cardíaca.

Como bem disse o confrade Ivanildo Silveira que nos comunicou o ocorrido "Perdemos um amigo, e os nordestinos perdem um grande escritor, uma grande figura humana, um homem que sabia tudo do sertão, e que gostava de ser chamado de caipira".

No  último seminário "Cariri-Cangaço", precisamente na noite de palestras em Barbalha, Ceará, Ivanildo Silveira através da sua comunidade do Orkut "Lampião Grande Rei do Cangaço", encangada com este Blog, prestou homenagem a quatro baluartes da pesquisa e entre estes estava o MESTRE.

Confira, os detalhes  da  placa que ele recebeu :


Alcino nos deixa um importante legado na pesquisa cangaceira. Clique aqui pra relembrar homenagens, entrevistas, sustos, obras... enfim tudo o que já foi produzido por esta e para esta personagem que hoje desfalca uma nação pra campear no ceú dos imortais da cultura nordestina.

Vai com Deus amigo véio.

4 comentários:

Anônimo disse...

O GECC (Grupo de Estudos do Cangaço do Ceará) lamenta o falecimento do confrade e amigo (Sócio Honorário) Alcino Alves Costa. Grande companheiro de muitas jornadas em busca de conhecimentos sobre o cangaço. Alcino passou para um plano superior no dia de ontem. Que o grande "Decano de Poço Redondo" encontre o caminho da luz.

Angelo Osmiro Barreto
Fortaleza-CE

Anônimo disse...

Falar do mestre Alcino é falar de um amigo leal, de um grande conhecedor da História do Cangaço na sua região, de u um homem simples e humilde, como são as reais grandes estrelas. Conversava e atendia a todos com afeto, sem distinção de de posição social e econômica. Já está no céu para nos proteger.
Sempre fui seu fã.
Solidariedade e conforto a família
Prof. Pereira

Felipe M. M. Passos disse...

É com muito pesar que recebo essa notícia...Mestre, esteja com Deus!!

Felipe
Macaé-RJ

Anônimo disse...

Meus sentimentos à família (biológica e cangaceira) do mestre Alcino. O Brasil experimenta hoje a sensação de enorme perda com a morte de Alcino: seja pela pelos frutos abundantes das suas pesquisas cangaceiras, seja pela luta e manter viva a chama do amor e da sensibilidade nos acordes harmoniosos das modas caipiras, hoje tão distantes do povo e da mídia. Parabéns ao guerreiro Alcino. Que Deus o abençoe e o guarde. Abraços sentidos, Leandro Fernandes