domingo, 19 de junho de 2011

O dinheiro na éra "lampiônica"

No tempo da Monarquia portuguesa a moeda se chamava "Réis" e era dividida em corôas.

Um conto de Reis significava 1.000 Réis.



É muito difícil fazer a conversão, porque tudo depende da época, além do mais a moeda foi pendendo muita desvalorização, até a implantação da república em Portugal, que a moeda Reis foi substituida por Escudo, que era dividido em centavos. Em 1910, um Escudo valia 1 conto de Reis (1.000 Reis).

O Escudo já não existe porque foi substituído pelo EURO, mas a conversão, hoje, é:

1 Euro = 200 Escudos

Sendo assim, atualmente, seriam 200 contos de Reis que é o equivalente a 1 Euro.

NOTA: Verificar a época que se refere. Apartir de 1942- 1000 réis (1 conto de réis) = Cr$ 1 (cruzeiro).
1967- Cr$ 1000 = NCr$ 1 (cruzeiro novo)

1970- NCr$ 1000 = Cr$ 1,00 (cruzeiro).

1986- Cr$ 1000 = Cz$ 1,00 (cruzado).

1989- Cz$ 1.000 = NCz$ 1,00 (cruzado novo).

1990- NCz$ 1,00 = Cr$ 1,00 (cruzeiro)

1993- Cr$ 1000 = CR$ 1,00 (cruzeiro real)

1994- CR$ 2 750,00 = 1 URV

1994- 1 URV= R$ 1,00 (um real).

Fonte: Yahoo respostas

Segundo a revista Mundo Estranho a recompensa de 50 contos réis oferecida pelo governo da Bahia daria nos dias de hoje R$ 113.000 (Cento e treze mil reais).

4 comentários:

Bruno Campelo disse...

Olá, gostaria de trocar links com o Blog Lampião Aceso. Gostei muito do conteúdo parabéns!

Se tiver interesse por gentileza me informe ok....

Grato,

Bruno Campelo- Blog do Campelo

Julio Cesar disse...

Meu querido Kiko

Creio que a melhor forma de conversão seria a pesquisa sobre o que se poderia comprar com 50 contos de réis em 1938 para, aí sim, fazer a conversão.

Não acredito que 50 contos de réis valeria R$ 113.000,00 reais nos dias de hoje.

Tenho certeza que esse valor chegaria, hoje, a mais de R$ 1.000.000,00

Abraços

Kiko Monteiro disse...

Julio
Eu também pensei assim, mas é a tali da desvalorização isso é muito comum não acha? Existem outros textos mais técnicos cheio de números para provar a tese dos economistas preferi resumir, mesmo assim 113 pilas ainda seria um bom dinheiro.

Bruno fique a vontade para transcrever nosso material basta copiá-los na integra citando nossos colaboradores ou agregados. E o que voce tiver sobre Cangaço, padre Cíço, Canudos (com restrições) , nos indique via email lampiaoaceso@hotmail.com.

Abraço

Julio Cesar disse...

Kiko, R$ 113.000,00 compra, hoje, uma boa caminhonete. Na época, quem possuía 50 contos de réis era uma pessoa rica, que poderia comprar fazendas, muito gado, etc.
Continuo achando que essa conversão não chega nem mesmo perto do valor de compra da época.

Abraços meu querido amigo e obrigado pela divulgação do encontro sobre Jesuino Brilhante a ser realizado dias 8, 9 e 10 de Julho em Currais Novos e Patu.