quarta-feira, 10 de junho de 2009

Cangaço é... Víciante

Baralho do Cangaço é um dos trabalhos apresentados na Bienal de Design Gráfico


Projeto original foi selecionado entre 1.226 inscritos Intitulado “Baralho do Cangaço”, o jogo de cartas criado pelo designer José de Ribamar Lins Jr. é um produto criativo e totalmente original que exigiu seis meses de pesquisa e um tempo relativo de elaboração.

O trabalho está exposto na 9ª Bienal Brasileira de Design Gráfico, que aconteceu em maio, no Centro Cultural São Paulo.

O resultado foi algo surpreendente, que transmite sensação de artesanal, com desenhos de traços grossos e cores escuras, com cactos e chãos secos que remetem ao clima tórrido do cenário de onde a trama saiu. Personagens clássicos do baralho como rei, rainha, valete e coringa foram substituídos por Lampião, Maria Bonita, jagunços e soldados, dando um toque genuinamente brasileiro às cartas, adaptando armas, vestimentas e trejeitos da época do cangaço.

Como complemento ao jogo, Ribamar adicionou um pequeno livro de cordel - pequenas histórias contadas de forma rimada, que retratam o típico estilo de vida nordestino – escrito por Danilo Scarpa e com ilustrações do próprio designer.

Ribamar, juntamente com o “Baralho do Cangaço”, já recebeu o terceiro lugar no prêmio Max Feffer de design. “Estar entre os grandes do design e participar da Bienal ADG sempre foi um dos meus objetivos, e uma das coisas mais gratificantes é estar na mostra com um projeto autoral como o baralho” afirma diretor proprietário da A Fábrica Comunicação, José Ribamar.

Equipe: A Fábrica Comunicação
Direção de design e ilustração: José Ribamar Lins Souza Junior
Texto de Cordel: Danilo Scarpa
Impressão: Murc Editora Gráfica Ltda.

Nenhum comentário: