sexta-feira, 16 de março de 2012

Pediu o filho de Corisco



*Cortesia e comentários de Ivanildo Silveira

Uma das grandes polêmicas no estudo do cangaço, se tratou da "briga", para que fossem enterradas as cabeças dos cangaceiros, " Corisco ", " Lampião " e outros que se encontravam expostas ao público no museu, em Salvador, tendo como guardião, o professor Estácio de Lima..

O Dr. Silvio Bulhões ( vide foto, logo abaixo), filho de Corisco, foi um dos que lutaram nessa frente, tendo ido a jornais, e a imprensa de um modo geral, além de ter mantido diálogo com o governo e estudiosos, a fim de que a cabeça de seu famoso pai, tivesse um enterro digno.

Abaixo, trecho de uma reportagem da revista " O Cruzeiro " de 02 de janeiro de 1969, que tratava do assunto em tela.. Vejamos.

Economista, Dr. Silvio Bulhões, filho do cangaceiro Corisco.

Abaixo, a matéria de Tobias Granja, tendo destaque, também na mesma, a transcrição de dois bilhetes encaminhados pelo cangaceiro "Corisco", ao padre Bulhões ( pai de criação de Silvio), solicitando informações e uma foto do mesmo.






Abraço a todos
Ivanildo Alves Silveira
Colecionador do cangaço
Membro da SBEC e Cariri-Cangaço
Natal/RN

4 comentários:

José Lima Dias Júnior disse...

Gostaria de saber se o filho de Corisco, Silvio Bulhões, é vivo e se tem algo escrito sobre o cangaço?

Atenciosamente,
Prof. Lima Júnior

Anônimo disse...

AMIGO LIMA JUNIOR,

O DR. SILVIO BULHÕES É VIVO, MORA EM MACEIÓ, E, NO FINAL DO ANO PASSADO, PASSEI UMA TARDE NA CASA DELE...
INCLUSIVE, ELE ESTÁ FINALIZANDO UM LIVRO SOBRE A VIDA DO PAI DELE.

ABRAÇO
IVANILDO SILVEIRA

José Lima Dias Júnior disse...

Prezado Ivanildo Silveira,

Grato pelas informações.Aguardo, anciosamente, o livro do Silvio Bulhões. Ademais, gostaria de ver dos estudiosos do cangaço algo (discussões, questionamentos etc) sobre a aliança e apoio mútuo entre corenel e cangaceiro.

Atenciosamente,
Prof. José Lima Dias Júnior

Paulo_D disse...

Sou professor de História e pesquisador do cangaço. Também moro em Maceió e agora fiquei sabendo que o dr. Silvio também mora aqui. Gostaria de saber se ele é acessível, se poderiam me passar algum contato com ele ou alguém da família para uma conversa. Estou pensando seriamente em fazer um Mestrado tendo com tema Cangaço e Cangaceiros alagoanos. Qualquer ajuda seria bem vinda. Se preferir, pode mandar informações para meu email: paulodavi.cardoso@hotmail.com

Grato desde já.