domingo, 16 de agosto de 2009

Cangaceiro Corisco

Certidão de óbito

Algumas considerações:

1º) Certidão de óbito lavrada em 27 de maio de 1940;
2º) Data e hora da morte: 25/maio/1940 ás 17:00 hs
3º) Local: Outrora, Cidade de Djalma Dutra. Hoje Miguel Calmon/BA
4º) Profissão: Bandido (Ora, não existe essa profissão no Ministério do Trabalho..rsrsrsrs
5º) Estado Civil: Solteiro - Errado- Corisco era casado no religioso com Dadá
6º) Que deu como causa da morte: Tiros de metralhadora no abdomem (errado - esse foi o meio - A morte se deu devido a anemia aguda, choque hipovolêmico; lesões de grandes vísceras..etc..
7º) Corisco não teve assistência médica...
8º) Enterrado no Cemitério da Consolação da cidade de Miguel Calmon/BA

Um abraço a todos
IVANILDO SILVEIRA 

3 comentários:

Anônimo disse...

o ìtem 5º está CORRETÍSSIMO, se ele (Corisco) era casado só no religioso, para o mundo jurírico e civil ele era realmente SOLTEIRO, pois só é considerado casado para a LEI brasileira a pessoa que é casado civilmente.

Mendes e Mendes disse...

Cristino Gomes da Silva Cleto, este nome nos lembra um grande cangaceiro. E na verdade é ele mesmo! O temido Corisco. Corajoso à admiração dos comparsas. Se falarmos em Lampião, com certeza lembrar-nos-emos deste imediatamente. E era um grande astro da Empresa de cangaceiros Lampiônica & Cia. Nasceu no dia 10 de agosto de 1907, em Matinha de Águas Brancas, no Estado de Alagoas. Seus pais eram: Manuel Gomes da Silva Cleto e Firmina Cleto. Aos 17 anos em uma festa, quando tentava se aconchegar aos braços de uma jovem, apesar de ter sido rejeitado por ela, mas mesmo assim continuou insistindo. Um dos parentes da moça que no momento observava a sua teimosia, querendo que ela fosse dançar com ele, o esmurrou no meio da festa. Não aceitando a desmoralização, Corisco foi até a casa do patrão, apoderou-se de uma arma, voltou à festa e lá assassinou o seu agressor. Temendo ser preso, atirou-se às matas. Mas no meado do ano de 1926, um fazendeiro amigo de Lampião, conseguiu a sua colocação no bando do rei. Corisco foi um dos grandes amigos de Lampião, e chegou a dizer que todos os seus subgrupos de cangaceiros eram excelentes batalhadores, mas o que mais lhe dava lucros era o de Corisco. Mas não dar para se entender. O rancor que o rei guardava de Alagoas, por que tinha tanta adulação com Corisco que também era Alagoano, quando toda sua vida de bandoleiro, as maiores desgraças e decepções que sofreu foram causadas por gente de Alagoas? 1 - Foi em Alagoas que em 1920 ele perdeu a sua amada e honrada mãe. 2 – Foi em Alagoas que também com poucos dias da morte da mãe, o seu pai José Ferreira da Silva foi barbaramente assassinado pela volante policial de Zé Lucena, que também era alagoana. 3 - E por má sorte, a volante do tenente João Bezerra que o assassinou no dia 28 de julho de 1938, lá em Sergipe, na Grota de Angicos, também era Alagoana.
O escritor Alcindo Alves em ”Lampião Além da Versão – Mentiras e Mistérios de Angicos”, diz o seguinte: “-Uma estranha versão conta que nos últimos dias que antecederam o cerco na Grota de Angico, os famosos José Lucena e Aniceto Rodrigues foram até o coito, com a finalidade de acertarem algo que poderia mudar os caminhos do banditismo com o falado Diabo Loiro”. Diz ainda Alcindo: “-É esta visita misteriosa, um dos grandes segredos que cercam os fatos de Angico”. Esta é a minha opinião: Teria sido o amigo Corisco um dos traidores do capitão Lampião, entregando o rei aos famosos José Lucena e Aniceto Rodrigues, já que eles foram ao seu coito com a finalidade de acertarem algo que poderia mudar os caminhos do banditismo? Ainda diz Alcindo, que quando aconteceu a chacina que levou o rei, Maria Bonita e mais nove cangaceiros, Corisco e seus asseclas se encontravam acoitados entre as fazendas Coidado e Emendadas. Será que Corisco não foi para o acampamento quando aconteceu o ataque aos bandidos, porque sabia o dia em que seria feita a chacina, uma vez que a volante não iria ter tempo de escolher quem morreria e quem ficaria vivo? E aí, leitor?

José Mendes Pereira- Mossoró-Rn.
Fonte de pesquisas: “Lampião Além da Versão – Mentiras e Mistérios de Angicos” – Escritor: Alcindo Alves da Costa.

Anônimo disse...

se corisco fosse o entregador do bando de lampião, não mataria toda uma família e deceparia, pq antes do cangaceiro ser ;bandido cruel: eram homens de verdade.