terça-feira, 30 de julho de 2013

Erraram

Diário do Nordeste atribui a Antônio Amaury afirmação falsa

Nós também erramos muito por aqui. Mas reparem o quanto é recorrente, parece regra, a lamentável falta de cuidado da imprensa quando quer tratar de "Cangaço". Troca-se Sergipe por Alagoas, Maria por Inacinha, 28 por 27, que o penúltimo era o ultimo... 

Melhor evitar comentários. Se fosse pra reproduzir uma a uma teríamos que criar um outro blog dedicado exclusivamente a estas pérolas. Mas para defender um amigo e mestre faço questão de pedir a retratação urgente do citado veiculo de imprensa escrita.

A edição de hoje (30 de julho de 2013) do Jornal Diário do Nordeste começa muito bem anunciando o lançamento em circuito nacional do aguardado filme/documentário "Os Últimos cangaceiros" de Wolney Oliveira. Até ai maravilha, ótima noticia.

Mas em determinado trecho o jornal cearense, mesmo sem a intenção de ressuscitar a polemica (que por ser considerada calunia e difamação foi parar nos tribunais), achou de confundir os autores, atribuindo ao veterano e respeitado escritor paulista Antônio Amaury Corrêa de Araújo a afirmação e publicação de um livro que sugeria a homossexualidade do Rei do Cangaço. Logo Amaury com seus mais de sessenta anos dedicados a uma pesquisa responsável e que na época do acontecido, tão chocado quanto os familiares de Virgolino, procurado por jornais, sites e revistas do sudeste negou e condenou esta informação.

Amaury já está ciente do fato. Bastante preocupado, conta com a compreensão dos amigos.
Foto: Manoel Severo

O que mais me espanta é que Antônio Amaury, assim como outros autores citados na matéria, foi consultado pela repórter. Divulgou seu próximo livro, alertou sobre a questão de "Candeeiro" não ser o ultimo ex cangaceiro vivo, etc. Um mal entendido que poderia ser evitado se o questionassem na mesma oportunidade sobre o respectivo e totalmente desnecessário assunto?

Para ler a matéria, Clique Aqui


Um comentário:

Anônimo disse...

Caros amigos pesquisadores

Eu, Antonio Amaury, faço um alerta sobre notas publicadas em jornais, revistas e blogs no quais são encontradas noticias sobre fatos e pessoas ligadas a Historia do cangaço. As devidas informações nem sempre tem o devido cuidado para separar o joio do trigo e colocam no descrédito o nome de quem a longos anos sempre tratou com maior respeito os episódios da historia de Lampião e seus acompanhantes.

Jamais deturpei, menti ou inventei algo sobre os fatos vividos por cangaceiros ou volantes.

A nota publicada no "diário do nordeste" do dia 30/07/2013 atribui a mim a afirmação de que Lampião era gay, é errônea pois vai contra meu modo de pensar a respeito do citado bandoleiro.

Diante do exposto solicitei retificação do referido Diário.

Antonio Amaury Corrêa de Araújo
São Paulo, 31/07/2013