segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Floresta esteve em festa

Centenário de Neco de Pautília

No ultimo dia 21 de Dezembro o povo desta bela cidade tava nem aí pro converseiro de fim de mundo. Era dia de prestigiar um ilustre filho.  

Além do lançamento de "Lembrar e escrever não é só querer" livro que resguarda para sempre suas memórias, nosso amigo Manoel Cavalcanti de Souza, completou 100 aninhos de vida, e 78 de matrimonio com dona Maria Ribeiro. 

Veja alguns flagrantes. Por Alaide Cavalcanti, (Filha)





 Móveis, objetos, utensílios e ferramentes de trabalho 
que ajudam a contar a trajetória de vida do seu Neco.

 Impossibilitado de escrever por conta da perda da visão 
seus filhos se encarregaram das dedicatórias.


 
 Homenagem de parentes e amigos.


 Nosso enviado especial foi o amigo professor Pereira
(6º da esquerda para a direita).

 


Bote o homi pra falar...



 Derrama senhor, derrama sobre eles o seu amor...





Neco de Pautília é o que podemos chamar de uma celebridade anônima. Sendo um dos últimos soldados da volante pernambucana ainda vivo, e com o mérito de ter lutado no front em cinco combates. 

O velho guerreiro também foi homenageado pelos seus familiares com uma música do poeta alagoano Zé de Almeida. São 14 minutos contando toda a sua história, inclusive alguns dos combates que teve com Lampião. Destaque para o terrivel Fogo de Maranduba em janeiro de 1932 aqui no Sergipe. 

Uma outra peleja não menos importante resultou de uma emboscada mal sucedida ao seu comércio onde o bravo Neco teve de encarar sozinho um pequeno grupo de cangaceiros.

Então, aumente o volume, conheça uma saga de alegrias, tristezas, mas sobretudo de muita coragem!  

Feliz Natal minha gente... E tome xote!!!


Para adquirir o livro, falar com Alaíde Cavalcanti (filha de Seu Neco) , Contatos (87) 9927 5853. ou pelo email: alaidecavalcanti@hotmail.com

Vídeo pescado no Canal do YouTube de Carla Rogéria Rosa Ferraz.

Um comentário:

Anônimo disse...

Seu Neco Gregório.... Meu forte abraço!!